Assistência

A Associação Criança presta atendimento ambulatorial em três equipamentos: Ambulatório (Oficina Terapêutica - sito à Rua Luiza de Carvalho, nº 86, Jardim Pagliato, Sorocaba, SP), Centro de Atenção Psicossocial (CAPSi Associação Criança – sito à Rua Luiza de Carvalho, nº 108, Jardim Pagliato, Sorocaba, SP) e Centro de Atenção Psicossocial da Zona Norte (CAPSi Zona Norte, sito à Av. Itavuvu, n° 3633, Jardim Santa Cecília, Sorocaba, SP) a crianças e adolescentes portadores de Transtornos mentais Diversos bem como a seus familiares, residentes no Município de Sorocaba, estando o serviço credenciado pelo Sistema Único de Saúde (SUS)/Prefeitura de Sorocaba desde 1999.

A Associação Pró-Reintegração Social da Criança atende crianças e adolescentes na faixa etária de 4 a 14 anos de idade, residentes no Município de Sorocaba, portadores de diversos tipos de transtornos emocionais e psíquicos tais como: Transtornos Emocionais e de Comportamento, Transtornos de Ansiedade, Transtornos Afetivos do Humor, Transtornos do Desenvolvimento Psicológico, Transtornos Alimentares, etc.

O atendimento é feito por Equipe Técnica Multidisciplinar composta por Assistentes Sociais, Enfermeiros, Fonoaudiólogos, Professores de Educação Física e de Música, Psicólogos, Psiquiatras e Terapeutas Ocupacionais, bem como profissionais de nível médio (Equipe de Apoio Técnico). Esta equipe sustenta um atendimento global e intenso como forma de preservar núcleos familiares, indispensáveis ao desenvolvimento do paciente e da própria família.

O trabalho desenvolvido na Associação Criança objetiva proporcionar às crianças, adolescentes e familiares condições para a integração, desenvolvimento e fortalecimento nos planos físico, emocional, social e cultural. Assim, busca-se viabilizar a socialização, a cooperação, a solidariedade, a cidadania, proporcionando o desenvolvimento emocional e cognitivo por meio do estímulo à construção da individualidade, ao autocontrole, a auto-estima e a autonomia.

O trabalho da Associação Criança tem como referencial teórico e filosófico a ambientoterapia e a socioterapia. As atividades desenvolvidas com as crianças e adolescentes se constituem em instrumento para a análise e discussão de suas posturas e comportamentos frente a situações vividas no ambiente terapêutico, que por sua vez representam as situações da vida. Outro ponto importante é o papel de cada paciente enquanto agente do seu próprio tratamento bem como dos outros participantes do grupo, tornando a atuação terapêutica mais eficiente posto que não é só o profissional que vai “dar seu parecer”, mas também cada criança ou adolescente.

O atendimento aos pais é realizado em grupos e nestes grupos os pais encontram o espaço para expor suas angústias e são auxiliados na compreensão das dificuldades de seus filhos. Recebem orientações que possam ajudar a minimizar os problemas enfrentados, bem como impulsionar comportamentos mais construtivos frente aos problemas decorrentes das doenças dos filhos. Este tipo de acolhimento é de relevante importância, pois fornece um suporte emocional para os pais e os tornam mais compreensivos em relação às questões concernentes à Saúde Mental de uma forma geral.

Todo o tratamento baseia-se, principalmente, na atividade lúdica enquanto possibilidade de resolução dos conflitos pessoais e sociais apresentados pelas crianças e adolescentes. O trabalho é desenvolvido em três tipos de Equipamento Ambulatorial: 1 Ambulatório (Oficina Terapêutica) e 2 Centros de Atenção Psicossocial (CAPSi Associação Criança e CAPSi Zona Norte), os quais atendem crianças e adolescentes com transtornos mentais, sendo que os Centros de Atenção Psicossocial atendem casos de psicopatologias mais graves.

O Ambulatório (Oficina Terapêutica) encontra-se devidamente credenciado pelo Sistema Único de Saúde/Prefeitura de Sorocaba (SUS/PS) desde janeiro de 1999. O Centro de Atenção Psicossocial da Infância e Adolescência (CAPSi Associação Criança) está credenciado desde janeiro de 2002. O Centro de Atenção Psicossocial da Zona Norte (CAPSi Zona Norte), é um serviço em parceria com a Prefeitura de Sorocaba, implantado em outubro de 2004 e credenciado desde agosto 2007.


Ambulatório (Oficina Terapêutica)

O Ambulatório (Oficina Terapêutica) presta atendimento a crianças e adolescentes de ambos os sexos portadores de Transtornos Mentais Leves e Moderados. A unidade funciona diariamente de 2a a 6a feira, das 08h00min às 17h30min horas. O acompanhamento é feito em grupos terapêuticos, sendo que cada grupo é composto por cinco crianças ou adolescentes, com freqüência de duas vezes por semana, perfazendo um total de 6 horas semanais de atendimento. A inserção de cada criança ou adolescente no tratamento é feita sempre respeitando o horário escolar. São oferecidos almoço e lanches de manhã e à tarde, os quais integram o contexto das atividades terapêuticas.


Centro de Atenção Psicossocial (CAPSi Associação Criança) e
Centro de Atenção Psicossocial da Zona Norte (CAPSi Zona Norte)

Os Centros de Atenção Psicossocial se constituem em instância de atenção máxima, intermediária entre o atendimento ambulatorial clássico e a internação hospitalar integral. A assistência é prestada a crianças e adolescentes de ambos os sexos portadores de Transtornos Mentais mais Graves e que por isso requerem intervenção mais intensiva. A Unidade funciona diariamente de 2a a 6a feira, das 08h00min às 17h30min horas. São oferecidos almoço e lanches de manhã e à tarde, os quais integram o contexto das atividades terapêuticas. O tratamento pode ser individual e/ou grupal, sendo que este último é a forma preferencial de atendimento. Os grupos psicoterapêuticos/terapêuticos são compostos por no máximo oito crianças ou adolescentes, com duração de uma hora e freqüência de até cinco vezes por semana. A inserção de cada criança ou adolescente no tratamento é feita sempre respeitando o horário escolar.


Atendimento Familiar

Em todas as Unidades, os pais das crianças/adolescentes são atendidos individualmente ou em grupos, visando orientações específicas e informações gerais, mediante desenvolvimento de temas, tais como: cidadania, direitos e deveres, recursos disponíveis na comunidade, relacionamento pais-filhos, desenvolvimento infantil e adolescência, etc.

São realizadas com os pais e/ou responsáveis, Oficinas de Atividades (bijuterias, pintura em tecido, bordados com fitas, acabamentos, culinária, horta, etc.), no período em que as crianças/adolescentes se encontram em atendimento. Tais atividades são desenvolvidas com a colaboração de voluntários.

São realizadas visitas domiciliares, por profissionais da Equipe, quando se configura a necessidade de abordagem mais ampla para melhor compreensão da dinâmica familiar.

São realizados eventos diversos, tais como comemoração do aniversário das crianças/adolescentes, festividades de datas específicas (Natal, Páscoa, Festa Junina, Dia das Crianças, etc.) bem como participação em eventos comunitários externos, tendo sempre o foco da socialização mediante o maior envolvimento e aproximação de pais-filhos-comunidade.

Projeto Pano, Ponto e Prosa

A partir de julho de 2011, a Associação Pró-Reintegração Social da Criança implantou no Centro de Atenção Psicossocial da Zona Norte (CAPSi Zona Norte) o Projeto Pano, Ponto e Prosa, que conta, para os 4 primeiros meses, com auxílio de subsídio financeiro por meio de verba de Emenda Parlamentar via Secretaria da Cidadania de Sorocaba.

O Projeto contemplará nesse período, pais e/ou responsáveis de crianças e adolescentes atendidos na Entidade e que se encontram desempregados e/ou em situação de trabalho informal, possibilitando melhora da qualidade de vida das famílias atendidas, bem como o desenvolvimento da autonomia para a transformação da realidade social.

Tal Projeto tem como meta a constituição de um núcleo permanente de geração de renda para os familiares das crianças e adolescentes atendidos pela Instituição, tendo-se a expectativa de que possa se sustentar pela sua própria produção, onde a renda obtida será destinada para a compra de novos materiais e pagamento de despesas bem como rateio entre os participantes do grupo. São realizadas oficinas de costura, bordado, tricô, crochê, pintura em tecido e fuxico.

Pensando-se no fazer, criar e produzir, tendo como pano de fundo a possibilidade de prosear, trocar experiências e ter a oportunidade de ter interlocutores disponíveis que possam permear uma vivência mais produtiva, tanto no aspecto emocional quanto no financeiro. As Oficinas são realizadas 1 vez por semana, com 3 horas de duração. O encerramento das atividades do ano de 2011 contou com a realização de uma exposição dos trabalhos efetuados com a possibilidade de comercialização desse material. Reiniciamos nossas atividades do Projeto em janeiro de 2012 e já estamos contando com novo recurso financeiro proveniente de verba de Emenda Parlamentar via Secretaria da Cidadania de Sorocaba.

© Copyright 2010 Doado por DragonSoft Tecnologia | Felipe Brasil Designer